domingo, 25 de setembro de 2016

ATENÇÃO POLÍCIA MILITAR E CIVIL DE ILHÉUS

Resultado de imagem para setrans ilhéusTÊM AGENTES DE TRÂNSITO TRABALHANDO ARMADOS COM REVÓLVERES.
PORTE ILEGAL DE ARMA DE FOGO É CRIME E DÁ CADEIA.
Resultado de imagem para BANDIDOS ARMADOS REVÓLVER

PALAVRAS DO JORNALISTA EDNEI BOMFIM: EU NÃO POSSO DEIXAR MEUS INIMIGOS MORREREM DE FOME, POIS ELES TÊM QUE PERMANECER VIVOS PARA ASSISTIREM MINHA VITÓRIA.


PADRE EDINALDO MARTINS, PREFEITO DE ITAJU DO COLÔNIA É LADRÃO

Justiça Federal bloqueia bens de prefeito de Itaju do Colônia

Padre Ednaldo teve mais de R$ 300 mil bloqueados
Padre Ednaldo teve mais de R$ 300 mil bloqueados
A juíza da 1ª Vara da Justiça Federal, em Itabuna, Maízia Carvalho Pamponet, concedeu liminar bloqueando os bens do prefeito de Itaju do Colônia, Edinaldo Martins dos Santos (Padre Ednaldo), até o limite de R$ 302.941. A decisão da juíza Maízia Carvalho foi com base em denúncia oferecida pelo Ministério Público Federal, que constatou irregularidades com dinheiro repassado para a construção de banheiros no município. De acordo com o Ministério Público, o prefeito transferiu, em fevereiro de 2012, R$ 335.436 para a empresa Superpesado Terraplanagem e Construções. Mas em novembro somente 8 banheiros tinham sido construídos.A empresa venceu licitação para a construção de 241 banheiros em imóveis de famílias carentes. O valor global do contrato foi de R$ 876 mil. O empresário Carlos Jorge Quintino também teve os bens bloqueados. (A Região)

Caminhada de Fernando Gomes na Av. Itajuipe e Novo Horizonte, em Itabuna

Por: Ednei Bomfim.
FERNANDO GOMES É DO POVO, FERNANDO GOMES É 25.

PREFEITO PADRE EDINALDO MARTINS ESTÁ OBRIGANDO SERVIDORES DA PREFEITURA DE ITAJU DO COLÔNIA PARTICIPAR DA DA CAMPANHA DO PADRE EZEQUIAS


QUEM NÃO APOIAR EZEQUIAS, SERÁ DEMITIDO.

sábado, 24 de setembro de 2016

SINEBAHIA ILHÉUS OFERECE 17 VAGAS DE EMPREGO NA SEGUNDA-FEIRA

Confira abaixo as vagas disponíveis na segunda-feira (26) na agência do SineBahia Ilhéus, que fica na sala 13 do SAC, situado na Rua Eustáquio Bastos, 308, Centro.

Não esqueça de levar a carteira de trabalho, RG, CPF, comprovante de residência e de chegar antes das 9.

Muitos candidatos se antecipam e preenchem as vagas por meio do site Mais Emprego.

Por esse motivo, acontece do pretendente ir até o SAC e não encontrar a oportunidade anunciada pelo Blog do Gusmão.

Recomendamos aos candidatos que se cadastrem no site quando forem a uma agência do SineBahia.

Recepcionista Atendente

(Vaga Exclusiva para PCD)

  • Formação: Ensino Médio Completo

  • 06 meses de experiência

  • CNH B

  • 02 Vagas

Agente de Sistemas

(Vaga Exclusiva para PCD)

  • Formação: Ensino Médio Completo

  • 06 meses de experiência

  • CNH B

  • 02 Vagas

Auxiliar de Pedreiro

(Vaga Exclusiva para PCD)

  • Formação: Ensino Fundamental Completo

  • 01 Vaga

:: LEIA MAI

ATENÇÃO: EVITE O BANHO DE MAR EM TRÊS PRAIAS DE ILHÉUS

Praia do Cristo.
Praia do Cristo.

A recomendação é do Instituto do Meio Ambiente e Recursos Hídricos da Bahia (Inema). As praias que devem ser evitadas são as do Marciano (próxima ao Bar Litrão), Malhado (próxima à escultura da sereia) e Cristo (próxima à Barraca Point Conde Badaró).

O diagnóstico de balneabilidade é obtido por meio do recolhimento de amostras. O instituto divulgou os resultados dos últimos testes nessa sexta-feira (23). Todas as outras praias de Ilhéus têm condições normais para banho, no entanto, o mar deve ser evitado em dias chuvosos.

TUPINAMBÁS FAZEM CAMINHADA PARA LEMBRAR MASSACRE DO CURURUPE

Imagem: Casé Angatu.
Imagem: Casé Angatu.

A XVI Caminhada Tupinambá em Memória aos Mártires do Massacre do Cururupe vai começar às 8 horas desse domingo, 25, na Praça Cláudio Magalhães, em Olivença, litoral sul de Ilhéus.

Os índios e apoiadores vão caminhar até o Cururupe, local marcado na história como o palco do massacre indígena comandado pelo governador geral do Brasil em 1560, Mem de Sá.

O ato também remonta à figura do Índio Caboclo Marcelino, que organizou a resistência indígena em Olivença nas décadas de 1920 e 1930.

No início do século XX, sob a influência dos coronéis do cacau que cobiçavam as terras dos índios, a imprensa da época cumpriu papel vergonhoso ao reforçar o racismo contra os povos originários.

A exemplo dos índios que vivem hoje em Ilhéus, Una e Buerarema, Caboclo Marcelino enfrentou o preconceito e a violência de parte da sociedade regional. Chegou a ser preso como comunista. Era chamado de falso índio.

Recentemente o Superior Tribunal de Justiça derrubou liminar que impedia a demarcação do território reivindicado pelos tupinambás. Nesse domingo, eles voltarão a cobrar do governo federal a publicação da portaria declaratória para consolidar o processo.

MULTIDÃO ACOMPANHA MARÃO E NAZAL NO CENTRO

Marão e Nazal no meio da multidão na Rua Araújo Pinho. Imagem: Marcelo Silveira.
Marão e Nazal no meio da multidão na Rua Araújo Pinho. Imagem: Marcelo Silveira.

Da assessoria do PSD

A campanha de Marão (prefeito) e Nazal (vice-prefeito) fez a maior caminhada dessa eleição em Ilhéus. O evento foi marcado pela participação espontânea de milhares de pessoas.

Por volta das 11h30min desse sábado (24), a multidão concentrada na Avenida Dois de Julho partiu para o calçadão da Marquês de Paranaguá. Depois alcançou a Praça Cairu e seguiu pela Rua Araújo Pinho até o prédio histórico do Palácio Paranaguá. A caminhada ganhou a Rua Bento Berilo, conhecida como Rua da Linha, antes do encerramento na Avenida Soares Lopes, em frente à Catedral de São Sebastião.

A resposta das ruas

Quem estava na Marquês de Paranaguá às 11h41min ouviu em alto e bom som o nome do próximo prefeito de Ilhéus. Os participantes gritaram de maneira entusiasmada: “Marão, Marão, Marão”.

Marão discursa no encerramento do ato. Imagem: Clodoaldo Ribeiro.
Marão discursa no encerramento do ato. Imagem: Clodoaldo Ribeiro.

Trabalhadores, comerciantes, clientes e empresários fizeram questão de sair das lojas para manifestar apoio ao ato.

Segundo Mário Alexandre, “essa foi a resposta das ruas para os ataques” contra a sua candidatura. “Infelizmente os adversários baixaram o nível. Isso é muito chato, porque a gente faz política com propostas e trabalho. Eles estão jogando sujo, mas o povo não quer ouvir isso. As pessoas querem saber o que vai ser feito para melhorar os serviços de saúde, a mobilidade urbana, a educação e o turismo”, explicou o candidato do PSD.

Gerações do futuro

Segundo Nazal, o município precisa de cuidados para melhorar a sua infraestrutura, mas também é importante resgatar a autoestima do povo Ilheense.

Visivelmente comovido, o candidato da Rede Sustentabilidade explicou por que a emoção lhe dominou nessa campanha. “Fico emocionado porque dediquei toda a minha vida à cidade. Nada mais do que a obrigação de um filho que ama a sua terra e deseja viver até os últimos dias nela. Tenho certeza de que a gente vai fazer muito por Ilhéus. Não por mim, mas por nossos filhos, netos e bisnetos que um dia virão e, se Deus permitir, carregaremos no colo”, declarou Nazal.

Nazal destaca importância de cuidar de Ilhéus para as gerações futuras. Imagem: Clodoaldo Ribeiro.
Nazal destaca importância de cuidar de Ilhéus para as gerações futuras. Imagem: Clodoaldo Ribeiro.

A esperança é maior que o desespero

Os candidatos discursaram após a caminhada. Nazal disse que os adversários estão desesperados. “Do outro lado está o desespero; e do nosso, a alegria. Quem não tem argumento vem com agressão. Deus nos dará força para suportar todas as maledicências, porque a nossa palavra vai ser de esperança, de um futuro melhor”, refletiu.

“Nada de ‘Já ganhou!’”

Marão disse aos presentes como ele e Nazal vão administrar a prefeitura. “Tenham certeza de que vocês terão dois prefeitos que moram e vão morar em Ilhéus a vida inteira”, afirmou. Também garantiu que os servidores não serão perseguidos.

Mário Alexandre agradeceu a presença espontânea de todos e destacou a importância de cada um dos candidatos a vereador para o crescimento da sua candidatura.

Ao final do discurso, Marão advertiu os companheiros da coligação sobre os ataques que virão ao longo da última semana de campanha. “Não podemos baixar a guarda! Nada de “Já ganhou!”.

Buerarema: professores vão as ruas protestar contra atrasos de salários

buerrema22
Um protesto na manhã de ontem(23) reuniu professores numa marcha pelas ruas do município de Buerarema, contra o que a categoria chama de desmandos governamentais.

Os manifestantes denunciaram que mais de 30 funcionários estão sem receber os pagamentos. Segundo ele, o prefeito Guima alegou que os atrasos começaram a acontecer após o reajuste salarial.

Os professores ainda denunciaram que contratados e servidores que trabalham fora da área da educação estariam recebendo “altos salários” como se trabalhassem nessa pasta.

Mulher presa vendendo churrasco de carne de cachorro

001Um crime ocorrido na última semana, na cidade pernambucana de Petrolina, repercutiu nas redes sociais e revolta os internautas. De acordo com o site, Pernambuco Conectado, uma mulher que não teve o nome divulgado, foi presa acusada de matar cachorros e comercializar churrasquinhos da carne dos animais.
Vizinhos denunciaram a mulher, que segundo eles, por diversas vezes foi vista matar os cachorros para retirar a carne. Cansados do crime, resolveram denunciá-la. Ainda conforme a imprensa local, a população informou que a acusada foi flagrada pela polícia após retirar o couro e um pedaço da carne de um cão. A mulher comercializava o churrasco de cachorro nas ruas de Petrolina.

Itabuna: Jovem executado no bairro Santa Inês

9b7abb8d-95d3-4167-9283-e580c7dbe0cdJoão Gomes dos Santos foi executado nesta noite de Sábado (24) por volta das 23 horas, no Zoonoses do bairro Santa Inês em Itabuna. Diversos tiros foram ouvidos na localidade, assustando os moradores.

JESUS CRISTO MUDOU MEU VIVER

As 6 virtudes do diácono Estêvão
Por: Jânio Santos de Oliveira
Presbítero e professor de teologia da Igreja Assembléia de Deus no Estácio
Rua Hadok Lobo, nº 92 - Pastor Presidente Jilsom Menezes de Oliveira
Meus amados e queridos irmãos em Cristo Jesus a Paz do Senhor!
Estevão é bastante conhecido simplesmente porque foi o primeiro mártir após a ascensão do Senhor Jesus Cristo. Estevão é, com quase certeza, um dos setenta escolhidos e enviados pelo Senhor em Lucas 10:1-10, e que O acompanhou sempre, a partir do batismo de João (Atos 1:21-22). Podemos concluir isso, devido ao fato de ele exercer dons atribuídos exclusivamente aos apóstolos e estes homens (At 6:8).
Por causa da atividade cristã de Estevão havia homens que se colocavam contra ele. Não conseguiam derrotá-lo em nenhum tipo de discussão, pois estava cheio do Espírito Santo e da sabedoria espiritual. Então, contrataram homens perversos e desonestos para dizer mentiras sobre ele, levaram-no perante o conselho e o acusaram de blasfêmia contra Deus e contra Moisés.
Estevão poderia ter ficado muito preocupado em se defender e tentar provar sua inocência, mas tinha outra responsabilidade. Aqui, perante ele, havia centenas de seus compatriotas que haviam pecado contra Deus e precisavam da mensagem da Bíblia. Tal mensagem os enfureceria, mas, mais tarde, levaria muitos para o Senhor.
Estevão optou por não se livrar da culpa mas ser fiel a Deus, falou então sobre os pecados de Israel continuamente pela história. Ele os fez lembrar de como haviam se rebelado contra Moisés, Elias, Jeremias, Isaías. e como tinham matado os profetas de Deus e se voltado para os ídolos.
Eles o odiaram por dizer-lhes a verdade sobre eles. Não parece que as pessoas apreciariam isso? Elas dificilmente apreciariam, e os homens perversos, nunca. Arrastaram Estevão para fora da cidade e o apedrejaram até a morte e, enquanto estava morrendo, orou por seus assassinos. Testemunhou também que vira Jesus de pé à direita do Pai pronto para receber seu espírito.
Eis lá, um jovem consentindo o assassinato de Estevão. Recolheu as capas dos homens que apedrejaram Estevão. O nome desse jovem era Saulo. Mais tarde foi gloriosamente salvo e tornou-se o grande Apóstolo Paulo.
 Quem era Estevão?
Estêvão foi um dos sete homens escolhidos pelos discípulos pouco depois da ressurreição de Cristo para cuidar da distribuição da assistência às viúvas da igreja, a fim de que os próprios apóstolos pudessem ficar com o tempo mais livre para as sua tarefas espirituais. Estevão era um desses diáconos e era alguém que se destacava dos demais na fé, na graça, no poder espiritual e na sabedoria.
Ele era alguém que realizava muito mais do que a obra especial que lhe fora designada, pois salientava-se entre os principais na operação de milagres e na pregação do Evangelho. Por causa de todo esse comprometimento com Cristo, logo se tornou alvo dos judeus, que o levaram perante o Sinédrio sob a acusação de blasfêmia (At. 6:9-14).
Ele responde as acusações, fazendo uma rememorização da história de Israel e com muita intrepidez, faz um ataque aos judeus que se apegavam as tradições de seus pais e que haviam assassinado o Messias prometido (At. 6:15 - 7:53). Isso atraiu contra ele a fúria dos membros do Sinédrio, e, quando Estevão afirmou que Jesus estava de pé à mão direita de Deus, foi agarrado e apedrejado até morrer.
Vejamos seis características que esse servo de Deus possuía:
I. Ele era um servo cheio da Palavra de Deus:
Ele era um profundo conhecedor não só das Escrituras, como também da história do povo de Israel. Na sua defesa ele passa em revista toda a história de Israel. No capítulo 07, do versículo 01 até o 53, ele faz uma retrospectiva sobre o povo de Israel. Em seu discurso, ele não responde diretamente às acusações que encontramos em At. 6:11-14.
A sua defesa apresenta o universalismo do Evangelho que marca o meio termo entre Pedro (que baseou sua pregação aos judeus) e Paulo (que pregou especificamente aos gentios). Alguns argumentos vão irritar profundamente os seus acusadores: Deus não limita seus encontros com os homens/mulheres ao templo de Jerusalém; Ele mostra também que as primeiras e grandes revelações de Deus ocorreram em terras estranhas (Ur, Harã, Egito, Sinai).
Por isso Estevão limita a sua narração da história gloriosa de Israel entre Abraão e Salomão, que construiu o templo; Estevão vai mostrar também que o povo de Israel sempre foi rebelde, rejeitando os profetas e finalmente crucificando o Cristo.
Em toda a sua argumentação, Estevão mostra ser um profundo conhecedor das Escrituras. Alguém que conhecia os grandes feitos de Deus na vida do povo de Israel. Isso lhe trazia autoridade, mas trazia também a fúria daqueles que não conseguiam enxergar o nascimento de um novo jeito de adorar a Deus; De um novo jeito de viver, não mais pela lei, mas pela graça, mediante a fé em Jesus Cristo, unicamente!
Eu gostaria de convidar você a seguir o exemplo de Estevão, e ser cada vez mais um conhecedor da Palavra de Deus!
II. Ele era um servo cheio do poder do Espírito Santo:
E isso fica bem claro no versículo 55, quando o texto nos diz que ele cheio do Espírito Santo, fitou os olhos no céu e viu a glória de Deus, e Jesus, que estava a sua direita.
Fica muito claro para todos nós nessa noite, que diante das perseguições, a Trindade Santa sustenta o crente fiel. É nesse momento que o espírito Santo, o nosso consolador, nos auxilia; é nesse momento que o Espírito Santo nos enche com sua paz; É nesse momento que o Espírito Santo ministra sobre a nossa vida.
Quando mantemos intimidade com a Trindade, temos a oportunidade de sentir o transbordar do Espírito sobre as nossas vidas, nos capacitando para enfrentar as situações mais adversas da nossa vida. É nesse momento também que a glória de Deus se manifesta sobre a nossa vida, trazendo firmeza no testemunhar.
Testemunhamos, declarando que a nossa fé está no nome daquele que todo joelho se dobrará e toda língua confessará que Jesus, o Cristo, é o Senhor! O mesmo Jesus que de pé, exaltado, abre os céus para receber aquele que fora fiel, se colocando como sua testemunha ou advogado em sua defesa diante do Pai; Para receber aquele que não se omitiu.
Eu gostaria de convidar você a seguir o exemplo de Estevão e ser alguém cheio do poder do Espírito Santo, e realmente fazer diferença na vida das pessoas!
III. Ele era um servo cheio de esperança e amor:
Os versículos 56 e 60 nos dão essa idéia. Primeiramente Estevão era um servo cheio de esperança. Alguém, que no momento mais crucial da sua vida, coloca todas as suas esperanças no seu Senhor. É nesse momento que Estevão vê os céus abertos e o Filho do Homem em pé a destra de Deus. Interessante notarmos que esse título dado a Jesus, como Filho do Homem, por Lucas, só é usado pelo próprio Cristo.
Esperança era a palavra de ordem para Estevão e também para nós nesta noite! Com esperança conseguimos ver os céus abrirem; Conseguimos ver a Jesus e sermos servos comprometidos com a mudança da vida daquelas pessoas que estão vivendo num mundo de trevas.
Quando a esperança toma conta da nossa vida, conseguimos ser bênção para outras pessoas; Quando a esperança toma conta de nós, podemos ser uma igreja para o mundo. Sem esperança não há condições de realizarmos a obra que o próprio Cristo nos confiou. Sem esperança perdemos o gosto pela vida! Porém, se a esperança tomar conta de nós, mudaremos o nosso mundo e assumiremos o papel de comunidade da esperança.
Afinal de contas somos um povo que crê na esperança! O exemplo de Estevão para nós nesta noite diz respeito a isso. De sermos uma igreja com esperança! De sermos uma igreja que faça diferença nesse mundo tão cheio de desesperança.
Mas Estevão não era cheio somente de esperança, ele era cheio também do amor que havia transformado a sua vida. Ele demonstrou muito amor aos seus opositores, aquelas testemunhas que o levaram ao Sinédrio, e que agora deveriam apedrejá-lo até a morte.
É nesse momento de martírio e sofrimento que Estevão invoca ao seu Senhor e clama para que Jesus receba o seu espírito. Como Jesus, Estevão clama em alta voz: Senhor não lhes impute este pecado! Ele morreu como Cristo, o seu exemplo!
Paulo nos dá uma dica em relação a este tema: "Agora, pois, permanecem a fé, a esperança e o amor, estes três: porém o maior destes é o amor" (I Co 13:13). E o próprio Senhor Jesus nos convida "a amarmos uns aos outros, como ele mesmo nos amou".
Esperança e amor! Eu gostaria mais uma vez de convidar você a seguir o exemplo de Estevão e ser alguém cheio de amor e esperança. E que esse amor e que essa esperança possa inundar o seu coração para que você seja feliz; Para que você seja canal de bênção para aqueles que vivem em desesperança e desamor.
IV . Bastante corajoso
Quando o trabalho de Estêvão ficou conhecido, algumas pessoas se levantaram contra esse servo (leia Atos 6:8-14). Discutiam com ele, mas não conseguiam resistir seu ensinamento. Estêvão pregava a verdade, mas esses homens não tinham a humildade bastante para admitir seus próprios erros. Ao invés de aceitar e apoiar o trabalho desse servo, os homens usaram táticas desonestas para opô-lo. Subornaram falsas testemunhas para provocar uma reação popular contra Estêvão.
Como vamos ver ainda em nosso estudo, Estêvão não desistiu quando enfrentou esses desafios e as táticas carnais de homens. Ele continuou pregando a mesma mensagem, independente do custo pessoal. Os homens podiam prender e até matar o servo, mas jamais venceriam o Senhor dele.
Do exemplo dele, compreendemos melhor a importância de ser corajosos em manter convicções baseadas na palavra de Deus. Não devemos defender nossas próprias opiniões ou preferências, mas nunca devemos abandonar a verdade para agradar a homens (Romanos 14:19; Gálatas 1:10-12).
Qualquer pessoa que se mostra fiel no reino de Deus sofrerá perseguição (2 Timóteo 3:12). Não devemos nos estranhar quando homens carnais criticam ou procuram destruir o nosso trabalho. Ao mesmo tempo, não devemos imaginar que estejamos certos somente porque outros nos perseguem. A perseguição, por si só, não prova que alguém esteja servindo ao Senhor.
Falsos professores, também, podem ser rejeitados e maltratados. O único padrão que podemos usar para avaliar nosso próprio trabalho ou o trabalho de qualquer outro é a palavra revelada por nosso Deus nas Escrituras. É essa palavra que nos julgará (João 12:47-50).
V. Um jovem com convicções fortes
Um jovem chamado Saulo participou quando Estêvão foi morto. Ele mostrou, nos dois capítulos seguintes, que também tinha convicções fortes. Ele opunha tudo que Estêvão defendia, achando que os cristãos realmente mereciam a morte. Não entraremos na história da conversão de Saulo, mas anotaremos um ponto importante. O fato de alguém ser convencido e zeloso não é prova de que esteja certo.
Estêvão e Saulo eram igualmente convictos de suas respectivas doutrinas, mas um dos dois estava totalmente errado. Pela graça de Deus, Saulo não morreu no mesmo dia. Pela longanimidade do Senhor, a ele foi concedido tempo suficiente para aprender a verdade e se arrepender.
VI. UM CRISTÃO PREPARADO
Não fossem as condições espirituais de Estêvão, ele jamais suportaria as afrontas de seus algozes. Devemos dar graças a Deus porque Ele conhece a fragilidade humana, SI 103: 14, e, por isso, dá meios ao cristão para enfrentar as perseguições. Não pense você que ser crente consiste apenas em possuir uma carteira de membro de igreja. Ser cristão é estar preparado para os momentos mais difíceis desta vida.
 Por que Estêvão venceu a perseguição?
a) Era cheio Espírito Santo, 6: 3. Sua boa reputação perante a comunidade era resultado das qualidades que possuía. O Espírito Santo capacitou e encorajou Estêvão para enfrentar até mesmo a morte. Veja o que Deus pode fazer em nossas vidas, tomando como exemplo o apóstolo Pedro. Compare o homem tímido que negou a Jesus, Mt 26: 69-75, com o ousado e corajoso Pedro, cheio do Espírito, que enfrentou autoridades, At 4: 20;
b) Era cheio de sabedoria, 6: 3, 10. Estêvão era um homem sábio na exposição da Palavra. Não se trata de uma sabedoria humana, mas da sabedoria que vem de Deus para ensinar as verdades do Evangelho. Deus concede sabe¬doria, mas usa o conhecimento da Palavra que se adquire pelo estudo e pelo esforço pessoal. Na hora da pregação ou de precisar defender a fé, essa sabedoria é a arma de que o cristão dispõe;
c) Era cheio de graça e poder, 6: 8. Por ser um homem de fé, sinais e maravilhas aconteciam através de sua vida. Quando todos se levantaram contra ele com pedras e ameaças, manteve-se firme. Mas por quê? Porque a vitória que vence a perseguição é a fé, I Jo 5: 4 e Ap 2: 10.
 Os temas da defesa
A defesa de Estêvão em Atos 7 é uma das mais belas pregações relatadas no livro de Atos. Sua beleza não está em palavras suaves. Estêvão não lisonjeou seus ouvintes, nem contava piadas ou histórias pessoais para os divertir.
A beleza dessa mensagem vem da sua fidelidade à verdade em responder com a verdade às idéias erradas dos ouvintes. Estêvão não ganhou nenhum concurso de pregadores que mais agradam às pessoas, mas ele pregou a palavra habilmente.
Mesmo quando sua vida estava em jogo, Estêvão não perdeu tempo com defesas pessoais. O seu Senhor era muito maior do que o humilde servo, então ele defendeu o evangelho de Jesus. As acusações contra Estêvão atingiram dois pontos doutrinários: a importância do santo lugar (o templo em Jerusalém) e � a posição da lei do Antigo Testamento depois da morte de Jesus.
Em ambos os casos, eles distorceram a mensagem que ele pregou, mas abriram a porta para o evangelista esclarecer a verdade sobre a salvação em Cristo. Além dessas acusações, houve mais uma questão implícita na controvérsia: eles estavam rejeitando um servo escolhido por Deus.
Estêvão, guiado pelo Espírito Santo, tratou desses três temas no desenvolvimento de sua mensagem. Ele mostrou que a comunhão com Deus não dependia de lugar, assim respondendo às acusações sobre o templo. Ao mesmo tempo, ele mostrou que Deus mantinha comunhão com várias pessoas que não guardavam a lei dada aos israelitas no monte Sinai.
Nos exemplos que ele citou, Estêvão mostrou que muitos homens rejeitados pelos homens foram escolhidos por Deus, assim reprovando o tratamento de Jesus e dele mesmo pelo povo de Jerusalém.
Quando o servo de Deus responde às perseguições, ele deve sempre aproveitar a oportunidade para ensinar sobre a palavra de Deus. As perguntas e até as acusações de homens abrem portas para ensinar sobre nosso Senhor e Salvador (1 Pedro 3:13-17).
 Os exemplos citados
Na sua defesa, Estêvão seguiu o mesmo princípio que percebemos no trabalho de Jesus, Pedro, Paulo e outros grandes pregadores. Ele começou onde os ouvintes estavam, e procurou trazê-los à verdade. Jesus pregava assim.
Com a samaritana, ele começou com água (João 4:1-30). Com os saduceus, ele trabalhou dentro dos livros que eles reconheciam, os primeiros cinco livros do Velho Testamento (veja, por exemplo, Mateus 22:23-33). Pedro começou com profecias do Velho Testamento (Atos 2:16) e com Abraão, Isaque e Jacó (Atos 3:13).
Filipe começou com Isaías, onde o eunuco estava lendo (Atos 8:35). Paulo começou com as imagens dos atenienses (Atos 17:22-23). Semelhantemente, Estêvão pregou aos judeus (pessoas que seguiam a lei dada no monte Sinai) usando diversos personagens do Antigo Testamento. Cada exemplo serviu para reforçar seus temas principais.
Uma vez que Estêvão citou todos esses exemplos históricos, a conclusão foi óbvia. Da mesma forma que outros servos escolhidos por Deus foram rejeitados no passado, os judeus em Jerusalém haviam rejeitado Jesus.
Na conclusão da defesa, Estêvão não procurou se justificar, nem tentou agradar aos ouvintes. Ele falou a verdade, custa o que custar: "Homens de dura cerviz e incircuncisos de coração e de ouvidos, vós sempre resistis ao Espírito Santo; assim como fizeram vossos pais, também vós o fazeis.
Qual dos profetas vossos pais não perseguiram? Eles mataram os que anteriormente anunciavam a vinda do Justo, do qual vós agora vos tornastes traidores e assassinos, vós que recebestes a lei por ministério de anjos e não a guardastes" (Atos 7:51-53). Como o Senhor morreu, o servo também chegou ao fim da vida aqui. Estêvão foi apedrejado.
O exemplo de Estêvão nos desafia ainda hoje. Numa época que até muitos cristãos fogem de qualquer crítica, a coragem de Estêvão serve para nos encorajar. Quando temos convicção da verdade, devemos falar e defender o nome do nosso Senhor.
 O CRISTÃO E SUA COROA
Afirmar que a perseguição e o sofrimento por causa do evangelho são motivo de alegria e de glória para o cristão (veja I Pedro 4: 13-16) parece ser uma mensagem que não encoraja a ninguém. Mas é isso que vemos na vida de Estêvão e de todos os homens que entregaram suas vidas por amor a Jesus. Fizeram isso com alegria, apesar da dor. Há uma coroa de glória para aquele que perseverar até o fim, Mt 24: 13. Estêvão recebeu o seu prêmio, At 7: 56.
a) Estêvão confessa a Jesus, At 7: 54. Mesmo diante de uma atitude de revolta e agressão, Estêvão teve forças para dizer: "Senhor, lhes imputes este pecado", v. 60. Ele estava confessando Jesus diante dos homens, Mt 10: 32 e Mc 8: 38;
b) Jesus recebe-o diante do Pai, At 7: 56. Ao partir para a eternidade, Estêvão exclama: "Eis que vejo os céus abertos e o Filho do homem, em pé à destra de Deus". Jesus dá as boas-vindas ao primeiro mártir da história do Cristianismo, que morria por amor a Ele.
 CHAMADO À PERSEGUIÇÃO
Depois da morte de Estêvão, desencadeou-se uma gran¬de perseguição contra a igreja. Quem seria o próximo a morrer por amor a Jesus? Naqueles dias, homens e mulheres eram presos e açoitados, e muitos foram mortos, At 8: 2; 22: 19, 20; 26: 10, 11. Era o início de uma perseguição que atravessaria os séculos e chegaria até nossos dias. Deus usou a perseguição daqueles dias para dar impulso à obra missionária, 8: 4. A igreja precisa conhecer, pelo menos, três grandes verdades a respeito da perseguição:
a) Designados para a perseguição, I Ts 3: 3. tribulação, perseguição e aflição são fatos que fazem parte da vida cristã. Deus não nos chamou para uma vida de mar de rosas, mas para sofrermos o restante das aflições de Cristo, Cl 1: 24.
b) Os bem-aventurados. Em Mateus 5: 1-12 encontramos a lista dos bem-aventurados. No verso 10, Jesus promete o Reino dos céus àqueles que forem perseguidos por causa da justiça, Mt 6: 33. Nessa palavra está implícita a glória do cristão que é a sua coroa, Tg 1: 12, Ap 2: 10, 3: 11 eIITm4: 8;
c) O preço de uma vida piedosa, II Tm 3: 12. Quanto mais o cristão procura santificar-se, pregar a Palavra, orar, jejuar, contribuir com a obra Senhor, parece que as lutas mais aumentam. Uma vida piedosa e consagrada a Deus tem como preço as perseguições, problemas e dissabores.
Temos poucas informações sobre a vida de Estêvão. Um homem bom e dedicado perdeu a sua vida por causa do evangelho. Mas desse pequeno relato, podemos aprender muito. Considere estas lições da vida e da morte de Estêvão: Deus sempre é o mesmo. Deus sempre quer a fé obediente. Homens maus rejeitam Deus e seus servos. Devemos pregar Jesus crucificado (1 Coríntios 2:2). � Devemos pregar o que os ouvintes precisam, não o que eles querem ouvir (2 Timóteo 4:1-5).
Estêvão nos mostra que a palavra de Cristo é mais importante do que a nossa própria vida, ilustrando bem o princípio que Jesus ensinou: "Quem acha a sua vida perdê-la-á; quem, todavia, perde a vida por minha causa achá-la-á" (Mt 10:39).
A Bíblia nos aconselha à fidelidade até a morte quando então receberemos a coroa da glória. E que o Senhor nos abençoe e nos guarde no seu grandioso amor em nome de Jesus, amém!

O BRANCO DE MARÃO INVADIU AS RUAS DE ILHÉUS

O POVO GRITA NUMA SÓ VOZ: NÃO TEM JEITO, MARÃO É O PREFEITO.
Foi a maior caminhada rumo a Prefeitura de Ilhéus.
Por: Ednei Bomfim.



PREFEITO PADRE EDINALDO ROUBOU MAIS DE 10 MILHÕES DA PREFEITURA DE ITAJU DO COLÔNIA

AGORA ELE QUER COLOCAR O PADRE EZEQUIAS NO ESQUEMA, PARA NÃO SER DENUNCIADO E PAGAR PELOS CRIMES COMETIDOS
Leiam matéria completa na próxima segunda feira.
Resultado de imagem para PREFEITO PADRE EDINALDO MARTIS DOS SANTOS E EZEQUIASResultado de imagem para PREFEITO PADRE EDINALDO MARTIS DOS SANTOS E EZEQUIAS
Padre Ezequias, o homem que está sendo preparado pelo ladrão Padre Edinaldo para abafar os roubos praticados pela sua quadrilha contra os cofres da Prefeitura de Itaju do Colônia.

ERRO MÉDICO CAUSA ISSO

Doações eleitorais de João Gualberto superam os R$ 622 mil

Por Luiz Fernando Lima
O presidente estadual do PSDB, deputado federal João Gualberto tem demonstrado generosidade nesta corrida eleitoral. Ao menos é o que pode ser dito com a constatação de que já doou mais de RS 622 mil a 34 candidatos distribuídos em 25 cidades baianas.
Este valor pode ser ainda maior se for levado em consideração que o candidato à prefeitura de Lauro de Freitas, Mateus Reis (PSDB), declarou ter recebido R$ 50 mil de Gualberto, mas este valor não aparece na lista de beneficiários das doações de Gualberto no site do Tribunal Superior Eleitoral. 
O deputado estadual Augusto Castro (PSDB), candidato à prefeitura de Itabuna, recebeu R$ 100 mil do correligionário. Alberto Castro, prefeiturável em Dias D`Ávila, recebeu R$ 80 mil. O diretório municipal de Mata de São João, cidade onde Gualberto foi prefeito, foi agraciado com R$ 52 mil. 
O deputado federal fez outras doações que vão desde R$ 50 mil a R$ 1 mil. Os candidatos estão distribuídos nas cidades: Itabuna, Dias D`Ávila, Mata de São João, Cachoeira, Dário Meira, Lauro de Freitas, Salvador, Conquista, Barreiras, Camaçari, Feira, Valente, Pojuca, Itacaré, Entre Rios, Central, Itaberaba, Ilhéus, Nova Ibiá, Itiubá, Taperoá, Santo Amaro, Passé, Teofilândie e Ibititá. 
Em 2012, quando candidato a deputado federal, João Gualberto declarou ter um patrimônio de R$ 68.224.677,60. A Justiça Eleitoral limita as doações privadas a 10% do declarado ao Imposto de Renda no ano anterior à eleição.

Homens matam irmão a mando do pai e todos são presos por crime

Um homem e os quatro filhos dele foram presos na madrugada desta sexta-feira (23), suspeitos de terem matado um dos irmãos, em dezembro de 2015, no município de Valença, baixo sul da Bahia. As informações são da Polícia Civil.

De acordo com a polícia, Romildo Santos da Silva, de 32 anos, foi assassinado com golpes de facão em uma fazenda da região. O crime teria sido motivado pela disputa por dois hectares de terras, estimados em R$ 12 mil, e foi planejado pelos familiares.

Segundo a polícia, o pai da vítima, Joselito Soares da Silva, de 67 anos, pagou a quantia de R$ 4 mil para que os filhos Ivanilton, de 20, Joelson, de 23, Carlito, de 26, e Ataíde Santos da Silva, de 35, matassem o irmão. Todos tinham mandados de prisão preventiva expedidos pela Justiça por conta do crime.

Ainda conforme a polícia, apenas Ivanilton e Carlito confessaram o crime. Em depoimento, eles contaram que tentaram matar o irmão a tiros, mas os disparos não acertaram a vítima e eles acabaram usando um facão, informou a polícia.

As prisões ocorreram durante uma operação batizada de "Caim", realizada por policiais da 5ª Coordenadoria Regional de Polícia do Interior (Coorpin/Valença).

Com os homens presos, foram encontrados um revólver calibre 38, duas espingardas calibre 28, uma espingarda de socar e munição, informou a polícia. Os suspeitos também foram autuados por posse ilegal de arma de fogo e munição e encaminhados para o presídio da região.

Derrubaram o 2º no Santo Antonio em menos de 24 horas

Capturar
Rosberg Cerqueira da Silva (Gal Galego), é a 2ª vítima de tiros no bairro Santo Antonio nas últimas 24 horas. Nesta sexta feira (23), após ser baleado, Gal Galego foi levado em um carro particular ao Hospital de Base, mas já chegou sem vida. Informações dão conta que a vitima estava sentada em um passeio, quando os elementos chegaram em um carro Fiesta, de cor branca, e deflagraram vários tiros contra o homem. Foi o 8º homicídio em setembro e o 97º de 2016 em Itabuna.

ACORDA POVO DE ITAJÚ DO COLÔNIA, POIS TEM UMA QUADRILHA ASSALTANDO OS COFRES DA PREFEITURA DA SUA CIDADE

CUIDADO COM ESTE OUTRO PROSTITUTO DE BATINA, CONHECIDO POR PADRE EZEQUIAS.
IMG_7002-768x459

O HOMEM DA FOTO É O PADRE EDINALDO MARTINS, UMA VERGONHA PRA IGREJA CATÓLICA NO SUL DA BAHIA. ELE É PROSTITUTO, LADRÃO DE DINHEIRO PÚBLICO E FORMOU UMA QUADRILHA PARA GOVERNAR ITAJU DO COLÔNIA

A MÁSCARA DO PREFEITO DE ITAJÚ DO COLÔNIA CAIU; PADRE EDINALDO MARTINS, ALÉM DE SER UM DOS MAIORES CONSUMIDORES DE CACHAÇA , TEM UMA RAPARIGA NO BAIRRO MONTE CRISTO E OUTRA NO BAIRRO SANTA INÊS ONDE DIRIGIU A PARÓQUIA POR ALGUNS ANOS EM ITABUNA.

Resultado de imagem para PADRE EDINALDO ITAJU DO COLONIA


ATENÇÃO BEATAS E POPULAÇÃO DE ITAJU DO COLÔNIA

PREFEITO DE ITAJU DO COLÔNIA É LADRÃO
PADRE EDINALDO MARTINS TEM UMA AMANTE DO BAIRRO MONTE CRISTO EM ITABUNA.
Resultado de imagem para PADRE EDINALDO ITAJU DO COLONIA

PADRE EDINALDO MARTINS ABANDONOU A BATINA PARA ROUBAR OS COFRES DA PREFEITURA DE ITAJÚ DO COLÔNIA

O dinheiro roubado da  Prefeitura daquela cidade, boa parte está sendo investida na campanha do também Padre Ezequias.
ESTE PADRE EDINALDO MARTINS É UM LADRÃO DE DINHEIRO PÚBLICO.
CUIDADO COM ESTE OUTRO LADRÃO DE BATINA, CONHECIDO POR PADRE EZEQUIAS.
IMG_7002-768x459

ITABUNA: DR. MANGABEIRA E FALSO MORALISTA

Dr. Mangabeira já admitiu que não atende paciente do SUS, que gosta do dinheiro mesmo, mas dai o mesmo afirmar que não gosta de políticos ladrão, tá de brincadeira né? Pois o mesmo é apoiado pelo "amigo" Deputado. Felix Jr. O deputado envolvido na lava jato e que ainda votou contra o impeachment. A pergunta que não quer calar. Dr. Mangabeira então o senhor aprova os roubos do PT?

sexta-feira, 23 de setembro de 2016

ITABUNA:AUGUSTO CASTRO MANDOU JOGAR BOMBA DENTRO DO APARTAMENTO DE FERNANDO GOMES.

O DEPUTADO AUGUSTO CASTRO MANDOU JOGAR UMA BOMBA DENTRO DO APARTAMENTO DE FERNANDO GOMES. ESPOSA E FILHAS DO CANDIDATO A PREFEITO DE ITABUNA FORAM ATINGIDAS E LEVADAS PARA O HOSPITAL.
O FATO OCORREU DURANTE A NOITE DE ONTEM, QUANDO UMA CAMINHADA DE AUGUSTO CASTRO PASSAVA EM FRENTE AO EDIFÍCIO ONDE MORA O TAMBÉM CANDIDATO FERNANDO GOMES.
DELEGADO DE POLÍCIA CIVIL E PERITO DO DPT ESTÃO NO LOCAL DO ATO CRIMINOSO.

JESUS CRISTO MUDOU MEU VIVER


O PERIGO DA MENTIRA Ananias e Safi­ra
"Melhor é que não votes do que votes e não pagues" (Ec 5.5).
A generosidade é uma vir­tude valiosa, mas somente se for acompanhada da sinceri­dade.
O que os discípulos fizeram, do­ando seus bens, vendendo suas propriedades e trazendo o dinheiro para os apóstolos administrarem, era um sacrifício agradável ao Senhor. Era tudo que eles possuíam na vida, mas não hesitaram em doar o que tinham para a obra de Deus. Ananias e Safi­ra também desejaram compartilhar dessa generosidade, mas eram hipó­critas e pagaram com as próprias vi­das.
PROPÓSITO DE ANANIAS E SAFIRA
1. A Bíblia descreve a verdade.
Uma das grandezas da Bíblia é que ela registra até mesmo as fraquezas de seus heróis. Documenta atos que são contra a mensagem que ela pro­paga. Isso acontece, porque ela é a infalível Palavra de Deus. Portanto, fala a verdade. Além disso, revela a debilidade do gênero humano, mos­trando que nenhum homem é perfei­to.
2. Uma iniciativa voluntária.
Em At 2.47 e 4.34, ficamos saben­do que "todos os que possuíam herdades ou casas, vendendo-as, traziam o preço do que fora vendido, e o depositavam aos pés dos apóstolos". Dentre eles, destacou-se Barnabé, o único citado nominalmente, exceto Ananias e Safira, por causa de sua hipocrisia. O casal fez um voto, não o cumpriu, mas queria que a Igreja pensasse que o mesmo fora concre­tizado. Isso se chama hipocrisia.
3. Generosidade sincera.
O ato generoso de Barnabé repercutiu en­tre os irmãos. Ninguém era obriga­do a vender suas propriedades. A mãe de João Marcos, o sobrinho de Barnabé (Cl 4.16),possuía uma casa em Jerusalém (At 12.12) que servia como lugar de culto e reunião de ora­ção. O texto sagrado afirma que eles venderam "uma propriedade" (v. 1). Não diz qual o seu tipo e nem o seu valor. Também não deixa explícita a atitude estranha desse casal. Os expositores da Bíblia, quase que em voz uníssona, admitem que Ananias e Safira queriam crédito e prestígio de algo que não praticaram. Deseja­vam ser honrados como Barnabé.
A OFERTA RECUSADA
1. Ofertas são sacrifícios.
Caim e Abel eram filhos de um mesmo ca­sal, receberam a mesma instrução religiosa e foram criados no mesmo ambiente (Gn 4.1,2). Todavia, um era crente e o outro incrédulo. Am­bos fizeram uma oferta a Deus (Gn 4.3-3). Por que o Senhor recusou a de Caim? Por se constituir de cere­ais? Certamente que não. Essas dá­divas, foramposteriormente prescri­tas na lei de Moisés (Nm 15.4-9).
2. Ananias e Safira: um casal reprovado.
A aparente generosida­de de Ananias não foi um ato de fé. Além disso, parece que ele não fez negócio ilícito, pelo que se conclui do verbo grego nosphizomai (tradu­zido por reter), nos versículos 2 e 3, o qual, no Novo Testamento, só apa­rece aqui e em Tito 2.10 (traduzido por defraudar). "Reter" é no sentido de "subtrair". O mesmo verbo apa­rece em Josué 7.1, na Septuaginta, quando declara que Acã "tomou do anátema".
O JUÍZO FULMINANTE
1. Um juízo implacável.
Mui­tos leitores da Bíblia ficam perple­xos com esse juízo tão duro, vindo da parte de Deus sobre Ananias e Sa­fira. Alguns expositores bíblicos têm procurado atenuar a narrativa com interpretações inconsistentes, consi­derando este registro um exagero por parte de Lucas. Mas tais argumenta­ções não resistem à exegese sagra­da. O fato aconteceu como está es­crito.
2. O sepultamento de Ananias.
A sentença foi instantânea: "E Ananias, ouvindo estas palavras, caiu e expirou" (v. 5). Imediatamen­te, foi providenciado o sepultamen­to: "E, levantando-se os jovens, co­briram o morto e, transportando-o para fora, o sepultaram" (v. 6). Es­ses rapazes não são os fossarii (co­veiros que surgiram posteriormente para o sepultamento dos cristãos), mas eram moços crentes que esta­vam presentes.
3. Três horas depois.
"E, pas­sando um espaço quase de três ho­ras, entrou também sua mulher, não sabendo o que havia acontecido" (v. 7). Três horas depois, aparece Safi­ra, sem saber de nada. Seu marido já havia sido sepultado. Talvez os jovens nem tivessem voltado. Com certeza, ela estava indo para a ora­ção.
Se as orações públicas eram às nove da manhã, ao meio dia e às três da tarde, como se conclui de Sl 55.17, Dn 6.10 e At 3.1, três horas depois, a "piedosa" e "devo­ta" senhora vinha oferecer seu "sa­crifício", esperando ser honrada como uma irmã generosa, que deu espontaneamente tudo o que tinha para a obra de Deus. É um cenário de causar espanto. Isso mostra quão seriamente devemos levar a obra de Deus.
4. A surpresa no Tribunal de Cristo.
No Tribunal de Cristo mui­tos esperarão ser galardoados. No entanto, quando suas obras passarem pela prova do fogo, sofrerão detri­mento, porque serão madeira, feno e palha (1 Co 3.12-15). Aí está o va­lor da sinceridade e a preciosidade da honestidade. Devemos saber que, onde estivermos, Deus nos estará vendo.
5. Não vale a pena ser infiel.
Custava para Safira falar a verdade? Mas o desejo de ser importante, o amor ao dinheiro, a obstinação pelo status cegaram completamente, tan­to a Safira como a seu marido Ana­nias: "Porque tudo o que há no mundo, a concupiscência da carne, a concupiscência dos olhos e a sober­ba da vida, não é do Pai, mas do mundo" (1 Jo 2.6). Eles foram con­taminados por esse vírus.
O TEMOR SOBRE A IGREJA
1. A Igreja.
É a primeira vez que a palavra "igreja" aparece no livro de Atos. "E houve um grande temor em toda a igreja e em todos os que ouviram estas coisas".
O vocábulo "igreja" é originário da palavra grega ekklesia. Vem de ek, uma preposição que significa "de, dentre, de dentro de", e klesia, de kalesis, que significa "chamada, con­vocação".
2. O impacto do juízo divino.
O Cristianismo estava começando, e a hipocrisia dos fariseus precisava ser erradicada, pois a Igreja é um grupo escolhido pelo Espírito San­to: "Um povo seu especial, zeloso de boas obras" (Tt 2.14). É a Noiva de Cristo (2 Co 11.2). Ele deu a vida por ela (Ef 5.25). É o que Jesus tem de precioso.
3. Perderam a vida física.
Situ­ação similar encontramos no Anti­go Testamento, com o sacerdote Eli. Deus disse a Samuel que haveria de trazer um juízo inexorável sobre Is­rael e sobre a casa deste sacerdote: "Eis aqui vou eu a fazer uma coisa em Israel, a qual todo o que a ouvir lhe tinirão ambas as orelhas" (1 Sm 3.11).
4. A lição que devemos apren­der.
O juízo de Deus nem sempre se manifesta dessa maneira. Por isso, há os que não levam a sério a obra do Senhor.
Existem os que praticam algo muito mais grave que o referido ca­sal e, no entanto, Deus ainda está dando a oportunidade para a recon­ciliação. Entretanto, se os que estão nessa situação continuarem trilhan­do a senda da malícia, da hipocrisia, da fraudulência, amanhã poderá ser muito tarde. A Bíblia diz: "Maldito aquele que fizer a obra do Senhor fraudulentamente" (Jr 48.10).
CONCLUINDO
A morte fulminante desse casal deve levar cada crente a refletir seriamente sobre a Igreja de Cristo. Os que trilham pelo mesmo caminho, e a justiça divina ainda não veiosobre ele, é porque Deus está dando a opor­tunidade para o arrependimento. A porta ainda está aberta. Que o Senhor possa livrar o seu povo dessa hipo­crisia!
1. De nada adianta tentarmos en­ganar a liderança da Igreja, pois ela é conduzida pelo Espírito Santo, o qual, através de sua Onisciência, contempla todas as coisas. Se não somos castigados, imediatamente, pelos graves erros que cometemos, é porque Ele espera o nosso arrependimento.
2. Muitos acham que, através de um bom presente, concedido a uma pessoa influente na Igreja, poderio galgar uma posição melhor no ministério. No entanto, esta prática é condenada pelo Senhor, que não dei­xará impune esta atitude mesquinha. No tempo certo, Ele agirá com justi­ça.
3. E melhor agradarmos a Deus, com as nossas atitudes sinceras, do que aos homens, por intermédio das muitas falcatruas existentes. Ananias e Safira não teriam perdido a vida, se soubessem que estavam mentin­do ao Espírito Santo, que não se dei­xa enganar, e não aos homens.
Bibliografia E. Soares]

PRF prende mulher que levava cocaína de São Paulo para Vitória da Conquista

14355767_1285650528126037_8553210592028294294_n
A Polícia Rodoviária Federal (PRF) prendeu ontem (21), por volta das 17h, no KM 830 da BR 116, em Vitória da Conquista/BA, uma mulher de 19 anos que transportava 1 kg de cocaína de São Paulo para a Bahia em um ônibus interestadual. Ela foi informada, na cidade de Itaobim/MG, sobre a presença da PRF no trecho baiano, tentou ludibriar a fiscalização, mas acabou descoberta.

Durante fiscalização dos passageiros de um ônibus que fazia a linha São Paulo/SP – Mossoró/RN, os policiais notaram que a ocupante da poltrona 29 possuía bilhete de passagem de outra linha. Indagada, ela respondeu que havia se atrasado e perdido o seu ônibus durante a parada em Itaobim/MG, motivo pelo qual embarcou em outro da mesma empresa com trajeto similar. A explicação, porém, não convenceu os policiais, que entraram em contato com prepostos da empresa e foram informados sobre a localização do ônibus referente àquela passagem (São Paulo/SP – Garanhuns/PE).
Ao encontrar e fiscalizar o ônibus, que naquele momento já estava na rodoviária de Vitória da Conquista, a equipe encontrou, sobre a poltrona 29, uma sacola plástica contendo um tablete de substância similar à cocaína, com peso aproximado de 1kg.
Diante das evidências, a acusada admitiu ser a responsável pela droga e ainda revelou detalhes do transporte: por certa quantia em dinheiro, recebeu a cocaína na Rodoviária do Tietê/SP e a entregaria no ponto de parada de Vitória da Conquista/BA. O pagamento, porém, só seria efetuado após o retorno a São Paulo, no mesmo local da entrega do pacote.
Presa em flagrante pelo crime de tráfico de drogas, ela foi encaminhada para a delegacia de polícia judiciária de Vitória da Conquista

Policia de Itabuna e Conquista prende elementos com carro Roubado

Policiais civis de Itabuna e Vitória da Conquista prenderam três acusados de receptação de carro roubado na região. Igor Fontes, Mateus Soares e Tailan Margran, foram flagrados no sudoeste baiano com um veículo Corsa. A polícia suspeita que eles estejam envolvidos com a quadrilha de Samuel Luna, preso recentemente após uma tentativa de assalto a um posto de combustível. O trio foi autuado, porém, liberados, pois o crime cabe fiança e responderão em liberdade. Dos três, Mateus é o único com passagem por porte ilegal de arma, preso em Ilhéus com uma pistola ponto 40.


Duas mulheres são presas no aeroporto de Salvador com cocaína em shampoo

Duas mulheres de 20 e 21 anos de idade, foram presas pela Polícia Federal no Aeroporto de Salvador, na noite de quinta-feira (22) tentando embarcar para Lisboa, em Portugal, com cocaína diluida em embalagens de cachaça e shampoo.
De acordo com a PF, policiais suspeitaram de uma substância contida nas embalagens que eram transportadas nas malas das passageiras. Após a realização de exames, a substância foi identificada como cocaína. Elas vão responder pelo crime de tráfico internacional de drogas.

Homem é perseguido e baleado por bandidos no Japomerim

Dois homens a bordo de uma motocicleta de dados ignorados tentou matar na noite dessa quinta-feira (22), no distrito do Japomerim, município de Itagibá, o jovem Tales de Almeida Rodrigues, 25, apelidado de “Tiala” ou “Cigano”. De acordo com informações de populares ao GIRO, a vítima foi vista correndo pela rua e sendo perseguida pelos criminosos. Ainda de acordo com moradores, foram ouvidos cerca de cinco disparos de arma de fogo. Um dos tiros atingiu o braço de Tales, que acabou caindo numa calçada. A polícia militar e o Samu foram acionados por populares. Tiala foi socorrido pelo Serviço de Atendimento Móvel de Urgência e levado para o Hospital Geral de Ipiaú e em seguida encaminhada para o Prado Valadares em Jequié. A vítima já possui várias passagens na polícia por furtos e arrombamentos no distrito do Japomerim e em Ipiaú. Tales foi preso pela PM no dia 30 de agosto, acusado de arrombar um Mercadinho na Rua Manoel Mendes de Andrade, centro de Ipiaú. No mês anterior, ele já tinha sido detido após arrombar um açougue na Praça Salvador da Matta, também em Ipiaú, e tentar fugir da polícia, se escondendo debaixo de baronesas no Rio de Contas. A motivação do atentado dessa noite não foi revelada.

Três corpos de naufrágio em rio no interior da Bahia são encontrados

Os corpos das duas últimas pessoas que estavam desaparecidas em Rio de Contas, na Chapada Diamantina, há cinco dias, após o naufrágio de uma canoa, foram localizados nesta quinta-feira (22). No final da tarde de hoje, o corpo de Márcio Cláudio Silva, de 29 anos, foi o último a ser encontrado pelos bombeiros. Mais cedo, durante a manhã, o corpo do jovem Robson Cruz Novaes, de apenas 23 anos foi encontrado. Os corpos deverão ser encaminhados para o Departamento de Polícia Técnica (DPT) de Brumado, onde devem passar por necropsia e pelo reconhecimento de familiares.

Taperoá: Homem morre em acidente próximo de Itiúba

Um acidente automobilístico na manhã da ultima quarta-feira, 21.09, deixou uma vítima fatal no povoado do Aderno nas proximidades de Itiúba, em Taperoá.
De acordo com informações, a vítima era o condutor do veiculo conhecida por Djavan de Jesus Nascimento, 32 anos, estava no interior do caminhão Ford F 4000, prata, que capotou e caiu em uma ribanceira, localizada na referida rodovia. O corpo da vítima foi encaminhado para o Instituto Médico Legal de Valença para ser necropsiado amanhã em Santo Antonio de Jesus.

Mulheres invadem o Pontalzinho e levam apoio a Fernando Gomes

DSCF1663
Foi uma grande festa na noite de ontem, quando as mulheres itabunenses invadiram o bairro do Pontalzinho e em um colorido muito especial, levaram o apoio ao candidato a prefeito pelo Dem- Fernando Gomes. Tendo a frente a presidente do Dem, Maria Alice Araújo, as mulheres discursaram e defenderam um governo aberto e com a participação feminina. ” As mulheres de Itabuna estão com Fernando Gomes, porque sabem que ele é o melhor para Itabuna. Fernando tem visão, não promete, cumpre. Fernando faz.” disse Rosana Bandeira, candidata a vereadora pelo PMDB.
DSCF1667DSCF1669DSCF1699DSCF1709DSCF1716